Agostinho da Silva

Uma das experiências mais ricas da minha profissão foi a realização para a RTP, de uma série de entrevistas com o professor Agostinho da Silva.



Espero voltar a este artigo ou "post" para partilhar alguns aspectos não publicados dessa experiência: da mesa a que o sentei, da sua boina que não consegui mostrar, da sua justa impaciência com os convidados atrasados... Sendo portuense e aquariano como eu, mais não precisava para ter a minha simpatia... Mas muito mais que isso, foi um homem justo e corajoso.

Cito, de http://www.geocities.com/TheTropics/4491/prof.htm as seguintes notas:

«Na qualidade de professor do ensino oficial, em 1935, é demitido por se ter recusado a assinar uma declaração onde devia declarar não pertencer a nenhuma organização secreta. Na realidade não pertencia a nenhuma organização mas aquela situação indo de tal modo contra a sua maneira de ser, levou-o realmente a não assinar semelhante papel.

Entretanto, com mais umas aventuras de permeio, uma delas conduziu à sua excomunhão por parte da Igreja, fartou-se deste país que ele tanto amava e partiu para o Brasil à procura de novos rumos.

Etiquetas: , ,

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home