Austeridade feliz de Maria Luis

Foto copiada do jornaldigital.com de 4NOV2014, via Google.

Enquanto Maria Luis Albuquerque, numa conferência em Berlim, rejubila com o programa da troika que tem sacrificado o emprego, os salários e as reformas dos portugueses, além do mais, o presidente da Islândia, numa outra conferência atribui a recuperação económica do seu país à rejeição do “programa de austeridade”, nomeadamente proposto pela União Europeia!

A Islândia, implementando políticas próprias, recuperou o terreno perdido com o colapso de 2008, quando o desemprego era de 11,9%, estando agora com uma taxa de desemprego entre 3% e 4%, e o Governo prevê uma expansão do PIB, de 3,3%.

Sabemos que Portugal não é a Islândia. Mas também não é a Grécia. Logo, deixem que os gregos façam o seu caminho fora do lamaçal em que os programas de austeridade os enterraram com a ajuda dos governos anteriores.

Etiquetas: , , ,

1 Comments:

Blogger antónio m p said...

ADENDA em 2015Fev21:

O “Die Welt" refere que Maria Luís Albuquerque “pediu pessoalmente” a Wolfgang Schäuble para não ceder nas negociações do Eurogrupo sobre a Grécia.
http://www.welt.de/wirtschaft/article137695331/Suedeuropa-wollte-Athen-noch-haerter-rannehmen.html

22 fevereiro, 2015  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home