16/12/2015

Olho por olho


É caso para dizer que Arnaldo de Matos "perdeu a cabeça".

Sem comentários: