24/09/2006

credo


Creio
que o céu é roxo
e a vida é negra,
que o Papa é bruxo
e a alma é cega.
E que essa de «amar a deus
sobre todas as coisas»...
não pega!

8 comentários:

porteña disse...

Entre amar a Dios sobre todas las cosas o amar al prójimo como a uno mismo...yo me quedo con la segunda opción.Es bastante más agradable y la pueden practicar creyentes y no creyentes jejejeje.
Cariños

antónio disse...

De acordo, carita de luna.
Até porque devemos «amar o nosso próximo como a nós mesmos» - dizem os cristãos. Bem, amiga, nós não estamos muito próximos mas... eu também não sou cristão, hehe.
Obrigado por escreveres. Cariño.

Inês disse...

Não sou católica, nem cristã, mas fui com a minha mãe à missa um destes dias, acho que pelo ritual.
Reparei numa das frases finais, à qual nunca tinha dado atenção:
"Oremos para que não sejamos levados pelos nossos sentimentos, mas pela Tua divinidade inatingível."
Impressionante, hein?! :)

pauly disse...

Gracias por visitar mi blog!!Tengo problemas con el portugués, x eso no voy a comentar tu post porque no lo entendi.Vi tu segundo apellido, quizas somos familiares?
Que esté bien.Ronaldinho es lo máximo!!

pauly disse...

ups!pensé que era brasileño, por eso mencioné a Ronaldinho:)..después me di cuenta que era de Portugal.
Nos seguimos leyendo....que esté bien!

Nan disse...

sugestão:
transforma essa oração em mail, daqueles que circulam por aí e aos quais, se não respondermos, nos cai o céu em cima...
e manda cópias para católicos e muçulmanos. ficarás a ser o alvo a abater tanto por uns como por outros, e eu ficarei com um amigo célebre...
:)

agora a sério, está genial esse credo, versão século XXI.

antónio disse...

Ok, NAN, vou mandar. Claro que mencionarei a autoria da sugestão, hehehe. 'Tá bem, não mando. Ob*

cdgabinete disse...

Fossem todas as orações assim sensatas e até me voltava a converter! :o)