16/05/2008

Cortina de fumo

Uma cortina de fumo serviu às televisões portuguesas para escobrir o papel positivo que desempenham as boas relações político-económicas existentes entre Portugal e a Venezuela. Porque é preciso denegrir Hugo Chavez a qualquer preço – que se danem os interesses económicos de Portugal e os interesses dos portugueses emigrados na Venezuela. Para já não falar nas políticas populares do presidente venezuelano.

«Lena Construções vai construir entre 1000 e 5000 habitações sociais em Caracas
Grupo Lena vai construir entre 1000 e 5000 habitações sociais em Caracas, num negócio que poderá ascender a 500 milhões de dólares.
...
«A proposta é para construção na área metropolitana de Caracas mas há a possisibilidade de ser também noutras zonas do país.

Mónica Silvares, em Caracas / Diário Económico
--
«As exportações portuguesas para a Venezuela deverão, com os acordos assinados ao longo destes três dias em Caracas, "multiplicar por quase 10 os 17 milhões de euros de 2007"».
Tânia Ferreira / Jornal de Negócios 2008Mai15

2 comentários:

MFerrer disse...

O instinto de classe é tão claro e a ausência de pudor tão desbragada que não se dão conta do ridículo.
Esta gente o que quer mesmo é o regresso da direita trauliteira ao poder, abata-se o que for preciso. Interesses nacionais, os dos pobres emigrantes, os do povo venezuelano, esse por maioria de razão ! Nada como possuir jornais e televisões para destilar uma ideologia que permita que os pobres passem a votar nos ricos, as mulheres nos homens e os desempregados nos banqueiros!
Obrigado pela visita!
MFerrer

Dad disse...

Li atentamente o que escreveu e concordo consigo. Voltarei. Obrigada pela visita às minhas pinturas.