25/02/2010

Grécia no novo império

Uma questão que se há-de colocar talvez antes que passem mil anos, em relação a “gregos e troianos”, é de saber o que ganharia ou perderia cada país... do PIGS* se não fosse dominado pelo império DEF(ICE) – Deutchland, England, France (Imperial Committee of Europe).


Acompanhar a progressão anual do Sol e da Lua através das constelações do zodíaco, prever os eclipses, traçar a movimentação dos planetas e a órbita irregular da Lua no céu: esta, segundo uma análise minuciosa descrita na revista "Nature", era a função do Mecanismo de Antikythera, um antiqüíssimo mecanismo grego com engrenagens que remonta a 65 antes de Cristo (na foto).

(...) O estudo revela que o mecanismo é muito mais sofisticado do que se podia acreditar, tanto que, para a época, pode definir-se como um computador propriamente dito.

Além disso, demonstra "o potencial tecnológico extraordinário dos gregos", que se perdeu com o império romano.

(...) A conclusão a que se poderia chegar é que, caso o Império Romano não tivesse interrompido o desenvolvimento dos gregos nesta área, talvez a tecnologia hoje estaria 1000 anos mais adiantada.

Fim do recorte de portalsaofrancisco.


Aqui fica, a título gratuito e generoso, esta dica para a dra Manuela F. Leite, de quem se ouviu hoje, para irritação do PS, que Portugal está "rigorosamente no mesmo caminho" da situação da Grécia em termos económicos (...).

*PIGS é uma abreviatura com que na UE se designa um conjunto de países (Portugal, Irland, Greece, Spain) acusados de terem problemas especialmente graves de défice, dívida excessiva ou desemprego.
24Fev2010

Sem comentários: