04/05/2013

Conferência no Porto


PAULO MORAIS, vice-presidente da Associação de Integridade e Transparência:
«Há duas mentiras que têm sido repetidas na sociedade portuguesa: que os portugueses andaram a gastar acima das suas possibilidades e que não há alternativa à austeridade para expiarem os pecados (que não cometeram)».

RAQUEL VARELA, investigadora do Instituto de História Contemporânea da Universidade Nova de Lisboa:
«Nos últimos 20 anos os trabalhadores pagaram todos os gastos sociais que o Estado tem com eles e, portanto, não têm qualquer tipo de dívida". (...) As conclusões a que chegámos é que, na esmagadora maioria dos casos, os trabalhadores pagam mais do que recebem do Estado».

Sem comentários: