A notícia que não vi na tv portuguesa


«O presidente da Síria, Bashar al-Assad, falou com deputados franceses, em Damasco.»

Imagem e texto a partir de uma notícia de TELESUR.COM

Etiquetas: , , ,

4 Comments:

Blogger antónio m p said...

Uma pergunta que me ocorre: não havia um único polícia a fazer segurança num espaço público de lazer onde se concentram centenas de pessoas num fim de semana?

15 novembro, 2015  
Blogger antónio m p said...

Indignado com os atentados e solidário com as vítimas destes psicopatas, não posso deixar de exprimir repúdio pelo oportunismo e cinismo dos dirigentes políticos ocidentais que exibem uma falsa autoridade moral depois de terem apoiado bombardeamentos como na Líbia, por exemplo, deixando o país na miséria e 700.000 mortos além dos feridos - não durante um dia mas durante semanas consecutivas. Além de se terem aproveitado até agora do terrorismo jihadista para abalarem o poder da Síria que lhes é desfavorável politicamente.

15 novembro, 2015  
Blogger antónio m p said...

«Unidades de elite do exército sírio romperam o sítio dos terroristas que ocupavam a base aérea Kweires, depois de semanas de combates intensos contra o Estado Islâmico e outras forças terroristas. A base, que abre caminho para ataques contra Raqqa e Aleppo, estava cercada pelos terroristas há quase dois anos. (...) O apoio da Força Aérea Russa teve papel chave na operação». (11.11.2015)

Como não foram as forças armadas francesas ou norte-americanas, "não aconteceu" - que se saiba por cá!

FONTES: RT / http://www.orientemidia.org/base-aerea-de-kuwayres-libertada-por-forcas-sirias/

16 novembro, 2015  
Blogger antónio m p said...

"O financiamento, como sabemos, provém de 40 países, entre eles vários países do G20", disse ( Putin ) em conferência de imprensa após a reunião do grupo dos 20 países mais ricos do mundo, realizada na cidade de Antalya, na Turquia.

16 novembro, 2015  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home