18/06/2017

discursos piedosos


Testemunhos

“Estamos isolados e desapoiados”, disse uma habitante, salientando que, durante o dia, não viu qualquer meio aéreo a operar naquele concelho.

O presidente da direcção dos Bombeiros de Castanheira de Pera concorda e vai mais longe: “se não fossem os castanheirenses ainda sobrava menos”.

Opiniões

Dão-nos lições sobre o aquecimento global, e depois não conseguem controlar um fenómeno que se repete cada ano, nas mesmas condições, como os fogos florestais. O vazio de liderança política é óbvio.
Rui Ramos / Observador

1 comentário:

antónio m p disse...

Segundo as primeiras indicações, a catástrofe terá sido iniciada por um raio que caiu sobre uma árvore. O mato seco e os ventos fortes fizeram com que o incêndio se espalhasse rapidamente e apanhasse cerca de 30 viaturas na Estrada Nacional 236, que faz a ligação ao Itinerário Complementar 8. Só aí foram encontradas 30 pessoas dentro das viaturas e 17 fora ou nas margens. Os outros mortos foram descobertos em ambiente rural.