03/12/2008

Um problema Vital

Apesar de ter jurado pela minha alma que nunca daria a Vital Moreira a importância política que ele não tem, citando-o nestas matérias, há que rever este compromisso "devido à mudança das circunstâncias", como dizem ministros e banqueiros.

E afinal o que vale a minha alma na sociedade em que vivemos? Até que se descubra forma de transplantar almas, vale nada.


Diz o doutor em Causa Nossa: «O apoio governamental ao resgate do BPP, salvando umas dezenas ou centenas de grandes fortunas nele investidas, só serve para alimentar a campanha comunista e esquerdista de "cumplicidade do Governo com o grande capital". Quando a recessão bate à porta e muita gente vai sofrer com ela, sobretudo por via do aumento do desemprego, não era essa propriamente a mensagem política que o Governo deveria emitir».


Quem sou eu para explicar ao professor doutor V. Moreira que tal apoio governamental não serve os comunistas e esquerdistas (nem mesmo os católicos progressistas) mas sim os capitalistas? Acaba tudo em istas, mas não dá para confundir.

Sem comentários: