27/04/2008

Políticas alternativas

Medeiros Ferreira diz: «se fosse um democrata norte-americano saberia muito bem em quem votar para não perder as presidenciais contra o republicano McCain... Por isso acho imensa graça aos apelos feitos à desistência de Hillary. O que vale é que a senhora é muito combativa...»

É um raciocínio inteligente e bem intencionado de quem se põe do lado dos “democratas”. Defende uma estratégia ganhadora, talvez.

Mas a minha dúvida é se vale a pena votar em Sócrates para travar o passo a um candidato do PSD. Ou se não será menos inútil votar finalmente contra ambos! Não sei se me faço entender...

Sem comentários: