Quem está contra Dilma

A corte conspira. Multiplicam-se os cartazes com apelos à intervenção militar. Dilma não está envolvida nos escândalos que tanto enervam a Oposição e a imprensa brasileira mas, dizem, "se não foi ela, foi gente do seu partido". 

Por esta lógica, onde já estariam Passos Coelho e Cavaco Silva? E o novo rei de Espanha, Filipe VI? E o Papa Francisco?...

De resto, nas manifestações que a campanha mediática do Brasil (e Portugal!) desenvolvem contra Dilma, não se vê nem se ouve a população que saíu da miséria e do analfabetismo por obra do PT - são mais banhistas e gente bem trajada e bem-falante.

Finalmente, de que é acusada, a presidente eleita do Brasil??? De ser de esquerda, confessem! Atrás das tropas de choque, já começam a mostrar-se os generais dos insurrectos.

"Venho como cidadão indignado com a corrupção, com a mentira, com a incompetência desse governo, que vem fazendo tão mal aos brasileiros", disse o presidente do PSDB, senador Aécio Neves (na foto, à esqª), derrotado por Dilma na eleição presidencial do ano passado. Como alguém comentava, o PSDB de Aécio já está a jogar para as eleições de 2018.

Nota final:
No mesmo dia 16 em que decorriam manifestações contra o governo de Dilma, decorria uma manifestação a favor do Governo e do PT, promovida pelo Sindicato dos Metalúrgicos e pela CUT (Central Única dos Trabalhadores). Dela não há notícia em Portugal.

Etiquetas: ,

1 Comments:

Blogger antónio m p said...

O governo de Lula da Silva melhorou as condições de vida da população mais pobre e acabou com a fome de milhões de brasileiros. É esta opção de classe a favor dos mais desfavorecidos que revolta as camadas privilegiadas da sociedade brasileira. Estas manifestam-se agora contra Dilma Rousseff que segue a mesma política de Lula e, como ele, não é acusada de qualquer crime ou ilegalidade.

18 agosto, 2015  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home