Também peço desculpa

António Costa, o Primeiro-Ministro, veio a terreiro pedir desculpa por palavras… que não disse. Podemos esperar que o Augusto M. Seabra e o Vasco “Pulido” Valente – olha quem! - venham pedir desculpas públicas pelas palavras que disseram?

Em nome da liberdade de expressão que lhes é tão cara ou proveitosa, antecipo o meu pedido de desculpas aos três contendores, Só Ares, Mau Gusto e Pu Lido, para os mandar ao raio que os parta.

Etiquetas:

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home