17/09/2008

Representar

- O que é isto? »
A multidão não hesita:
- É um peixe».

Alguém tem que explicar que não é um peixe.


É a imagem virtual de uma fotografia de um objecto de vidro que REPRESENTA um peixe !

Não há peixes de vidro, de vídeo, de papel...

O que há são representações nestes materiais.
Boas e más representações.

Entre “representar” a classe trabalhadora e “apresentá-la” vai toda a diferença de legitimidade para falar de “ditadura do proletariado” quando não é o proletariado mas sim os seus supostos representantes que ocupam o poder.

Não é que a função de representação não seja legítima mas é-o na medida em que representa e não quando se re-apresenta, viciando os mecanismos de representação. Neste caso a entidade representa-se - a si mesma.


Picasso dizia: "Se a arte se limitasse a reproduzir a realidade, que interesse teria?!". Mas estava a falar das artes... propriamente ditas.

A minha homenagem ao operário vidreiro da Marinha Grande, Alfredo Poeiras que produziu o belo peixe de vidro, sua primeira peça de artesanato.

1 comentário:

Alfredo Poeiras disse...

Não tenho o prazer de o conhecer, mas não quero deixar de lhe agradecer o post que colocou no seu blog.
Aceito as suas palavras mas gostaria que fossem tambem uma homenagem a todos os que trabalham o vidro.
Alfredo Poeiras