12/06/2014

A solução europeia


O novo presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko, nomeado a 7 de Junho no parlamento, disse que espera assinar o Acordo de Associação com a União Europeia antes do dia 27 de Junho.

Foto original: REUTERS

1 comentário:

antónio m p disse...

A União Europeia assinou Acordos de Associação com a Ucrânia, a Moldávia e a Geórgia, e Moscovo não gostou. Ainda hoje, Vladimir Putin afirmou que o facto de Bruxelas ter obrigado Kiev a optar pela UE está na origem da desintegração da Ucrânia.
Os peritos pró-Kremlin afirmam em uníssono que a decisão dos dirigentes desses países é uma decisão “suicida” e alguns vão mesmo ao ponto de afirmar que, dentro de alguns meses, esses dirigentes virão pedir de joelhos a Moscovo ajuda económica. (Texto recortado em José Milhazes)