02/06/2014

Votos bons e votos maus

Não é democrático considerar que os votos no arco europeísta são bons, aceitáveis, democráticos, e que os votos no arco da crítica são maus, irresponsáveis, perigosos. Numa democracia formal, são os votos que dão legitimidade às políticas e não as políticas que legitimam as votações.

Quando os poderes instalados subvertem estas legitimidades, os eleitores abstêm-se. Em Portugal...
... e no conjunto da Europa:
Fonte do último gráfico: AQUI

Sem comentários: