11/03/2014

A bela e o monstrinho


Ela invocava dados estatísticos - apontava a regra. Ele invocava uma experiência pessoal - apontava a excepção. Mas ele não falava das excepções como excepções; falava delas como se fossem a regra; tentava tapar a floresta com uma árvore.

Ela chama-se Raquel Varela; ele não tem nome que valha a pena citar. Foi no "Prós e Contras" da RTP1. É por todo o lado a estratégia para a falta de argumentos. É a demagogia mais soez a estender a rede á estupidez.

Sem comentários: